Revitalização do Centro de Conde melhorará convívio social da população

Data: 15/12/2018

Departamento: Nacional

Com pouco mais de 23 mil habitantes, a cidade do Conde, na Paraíba, ganhou destaque no meio urbanístico com a realização do seu 1º Concurso Público de Projetos. O objetivo foi propor uma intervenção para uma área de aproximadamente 14.266 m², no centro da cidade, com projetos de paisagismo, urbanismo, infraestrutura urbana e dos equipamentos públicos e mobiliários do espaço.
 
“O local concentra a maior quantidade de áreas livres e equipamentos públicos implantados dentro do nosso perímetro urbano, como mercado, escolas, praças, igrejas, feira livre, serviços de transporte e repartições públicas”, explica a prefeita Márcia Lucena. “É ali também que acontecem nossos eventos sociais mais relevantes”, acrescenta.
 
Foram inscritos 32 projetos, vindos de 11 estados brasileiros. O júri, formado por profissionais da área de arquitetura e urbanismo, sendo dois indicados pelo IAB-PB, escolheu o que melhor atendeu a vários aspectos solicitados, que foram a economia, o comércio local e a criação de espaços de permanência para a população. A proposta vencedora veio dos profissionais gaúchos, Bruno de Moraes Britto, Camila Bellver Alberti, Douglas Silveira Martini, Jean Michel Forte dos Anjos e Mariana Mocellin.
 
O arquiteto e Secretário de Planejamento, Flávio Tavares, destacou a importância do concurso para o município. “Foi uma adesão muito bacana, projetos de todo o país, cada um com seu estilo, com sua marca, mas sempre pensando no melhor para o povo condense. Agora é seguir para mais uma fase desta que vai ser uma das maiores, ou senão, a maior obra de arquitetura e urbanismo que o Conde recebe”, disse o secretário.
 
ATHIS – O foco em oferecer uma cidade mais inclusiva levou a gestão atual a lançar em Conde, de forma pioneira na Paraíba, o Escritório Público de Assistência Técnica (EPA) para orientar as pessoas que tenham interesse em realizar reformas em suas casas, oferecendo atendimento gratuito de arquitetos.
 
“Começamos com obras em espaços comunitários por entender que são estimuladores do empoderamento popular e, em 2019, vamos iniciar as melhorias domiciliares com equipe especializada no acompanhamento e execução das obras de reforma e ampliação, além de todo o atendimento jurídico e social necessários à família”, afirma Flávio Tavares.

Acesse vídeo com depoimentos de Márcia Lucena e Flávio Tavares

Post sem comentários! Comentar o post