IAB-RS propõem concurso para construção de memorial às vítimas da boate Kiss

Autor: Com informações do Diário de Santa Maria Data: 12/05/2017

Departamento: IAB RS


O prefeito de Santa Maria (RS), Jorge Pozzobom, reuniu-se com integrantes da Associação dos Familiares de Vítimas e Sobreviventes da Tragédia de Santa Maria (AVTSM), na quarta-feira, 10 de maio, para discutir a construção do memorial às vítimas da boate Kiss. O encontro, mediado pelo jornalista Marcelo Canellas, contou as participações do presidente do IAB-RS, Rafael Passos, e do Conselheiro do IAB Tiago Holzmann, que propuseram a realização de um concurso público nacional para contratação do projeto do memorial.
 
Antes da conversa com Pozzobom, o IAB-RS apresentou a proposta de realização do concurso aos dirigentes da AVTSM, que gostaram da ideia. “Explicamos o que significa um concurso de projeto e sua importância para escolha de um projeto qualificado. A competição pública permite também a participação ativa dos familiares, da comunidade e das universidades locais na definição dos condicionantes de projeto arquiteto e museográfico”, explicou Rafael Passos.
 
O presidente do IAB-RS assumiu o compromisso de elaborar uma proposta para o concurso, que englobará seminários e oficinas para definição do Termo de Referência, programa de necessidades e projeto museológico do memorial. Frente às dificuldades financeiras enfrentadas pelo município, ficou definido que os recursos para realização do concurso serão levantados através de financiamento coletivo e de parcerias com empresários e sociedade civil. “O Instituto apresentará proposta orçamentária que incluirá apenas os custos diretos para realização da competição, assumindo despesas indiretas, que envolvem o funcionamento da entidade”, afirmou Rafael Passos.
 
Desapropriação da boate Kiss
 
O prefeito de Santa Maria, Jorge Pozzobom, apresentou proposta de desapropriação do prédio onde funcionava a boata Kiss ao advogado da empresa dona do imóvel na sexta-feira, 5 de maio. Paulo Henrique Corrêa da Silva levou o parecer do município aos donos da edificação, a Econn Empreendimentos de Turismo e Hotelaria, em Porto Alegre. O imóvel foi avaliado em R$ 4 milhões e meio.

Prédio da Kiss será desapropriado até 30 de junho
 
“Estive reunido com os donos do imóvel e entreguei a proposta. O prefeito de Santa Maria fez algumas ponderações, entre elas pediu para que o valor fosse menor. Os proprietários estão avaliando e assim que eu tiver uma resposta vou marcar uma segunda reunião com o Jorge Pozzobom”, disse Silva.
 
Para Marcelo Canellas, a construção do memorial às vítimas da tragédia da boate Kiss é uma questão indiscutível, que já foi superada. Segundo o jornalista, a iniciativa é uma forma de respeito com a cidade e com os familiares. “Agora precisa ser decidido o que vai ser feito. A forma mais democrática para isso é através de seminários que vão contar com a participação da comunidade santa-mariense e dos familiares das vítimas”, afirmou.
 
A tragédia da boate Kiss ocorreu em 27 de janeiro de 2013 e vitimou 242 pessoas, e deixou mais de 600 feridos, em sua grande maioria jovens estudantes de Santa Maria, cidade que concentra um grande número de universidades.

(Crédito da foto: João Chaves/Ascom Prefeitura de Santa Maria. Crédito da imagem destaque: Fernanda Ramos/NewCo DSM)

Post sem comentários! Comentar o post