Guto Requena ganha o Prix Versailles

Data: 18/05/2017

Departamento: Nacional

O Pavilhão Dançante, do arquiteto brasileiro Guto Requena, ganhou o Prêmio Especial Exterior do Prix Versailles 2017 na categoria Restaurantes. O projeto Illusion (Doha, Qatar), do grupo americano Rockwell, foi o grande vencedor da categoria. O Prix Versailles ocorreu em duas etapas: regional e mundial. O trabalho de Requena venceu na etapa mundial. O resultado foi anunciado na sede da UNESCO, em Paris, no dia 12 de maio.

Localizado no Parque Olímpico da Barra, no Rio de Janeiro, o Pavilhão Dançante foi criado como um espaço para festas, danças, djs e apresentações. A interatividade do pavilhão se dava através de sua pele interativa, em que sensores espalhados na pista de dança captavam a música e a agitação das pessoas dançando, controlando motores para movimentar espelhos na fachada do edifício.

O júri internacional que avaliou os trabalhos finalistas incluiu o prefeito da cidade de Versailles, François Mazières, a arquiteta francesa Manuelle Gautrand, a estilista chinesa Guo Pei, os vencedores do prêmio Pritzker de Arquitetura Toyo Ito (2013) e Wang Shu (2012), o escritor e ensaísta francês Gilles Lipovetsky, o chefe de restaurante Guy Savoy e a ex-colaboradora da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura Minja Yang.

Endossado pela primeira vez pela União Internacional dos Arquitetos (UIA), o Prix Versailles é uma promoção da UNESCO. Ao todo, 70 projetos ao redor do mundo são reconhecidos anualmente. Os trabalhos são divididos por regiões: África e Oeste da Ásia, América do Norte; América Central, do Sul e Cariba; Ásia Central e Nordeste; Sul da Ásia e Pacífico; e Europa.

No dia anterior à cerimônia de premiação do Prix Versailles, o secretário-geral da UIA, Thomas Vonier, defendeu a importância da arquitetura comercial para a vitalidade do espaço urbano em conferência na UNESCO. “São edifícios e desenvolvimentos que exaltam a experiência comum”, afirmou. 

Confira, abaixo, os vencedores:
 
Categoria Shops & Stores
Dior Miami (Miami, Florida, USA), do escritório BarbaritoBancel Architects (França), recebeu o Prix Versailles 2017
Prêmio Especial Interior – Hangzhou Zhongshuge (Hangzhou, China), do escritório chinês X+Living
Prêmio Especial Exterior – Chanel temporary store (Amsterdã, Holanda), do escritório MVRDV
 
Categoria Shopping Center
Tokyo Plaza Ginza (Tóquio, Japão), de Nikken Sekkei (Japão), recebeu o Prix Versailles 2017
Prêmio Especial Interior – ARG Shopping Mall (Teerã, Irã), do escritório arsh4d studio (Irã)
Prêmio Especial Exterior – Lideta Mercato (Addis Ababa, Etiópia), do escritório espanhol Vilalta Arquitectura
 
Categoria Hotéis
Chablé – Yucatan Peninsula (Chocholá, México), de Jorge Borja and Paulina Morán (Mexico), recebeu o Prix Versailles 2017

Prêmio Especial Interior – Spedition (Tune, Suíça), de Stylt, Trampoli (Suécia)
Prêmio Especial Exterior – Mar Adentro (San José del Cabo, México), de Miguel Ángel Aragonés (México)
 
Categoria Restaurantes
Illusion (Doha, Qatar), assinado pelo Rockwell Group (EUA) recebeu o Prix Versailles 2017

Prêmio Especial Interior – Shukufuku Japanese Bento (Melbourne, Austrália), do escritório autraliano Rptecture Architects
Prêmio Especial Exterior – Pavilhão Dançante (Rio de Janeiro, Brasil), do escritório Estudio Guto Requena (Brasil)
 

Assista o vídeo

Galeria de imagens

Post sem comentários! Comentar o post